13 coisas que parei de fazer e que melhoraram drasticamente a minha vida!

1 – Usar o meu celular extensivamente é algo que parei PARA o desânimo de muitas pessoas que queriam se comunicar comigo (desculpe mamãe).

Hoje em dia ele só é usado para aplicativos de produtividade, para enviar mensagens para pessoas no máximo uma vez por dia ou para o trabalho quando estou fora de casa.

2 – Assistir TV é um hábito que consome muito tempo para a maioria das pessoas. Minha vida tem sido muito mais feliz e gratificante sem ter um.

3 – Forçar a barra – Eu era um garoto muito tímido que sempre ficava ressentido quando ninguém me convidava para eventos. Hoje não espero que outras pessoas me convidem e, em vez disso, faço meus próprios planos e os convido. Às vezes, você precisa resolver as coisas com suas próprias mãos. Seja aquele que escreve primeiro.

4 – Acordar tarde sempre teve dias piores. Se eu tomar banho antes das 7h (e fizer o resto da minha rotina matinal antes disso), me sinto melhor e faço mais. Pelo menos enquanto eu ainda conseguir minhas 8 horas de sono.

5 – Falar muito – Para quem me conhece: falo muito. Tanto que, muitas vezes, falava sem pensar. E embora isso tenha criado alguns momentos livres e divertidos, também me trouxe alguns problemas.

Hoje opto por pensar e me perguntar se isso é necessário ou benéfico dizer antes de dizer.

6 – Ser outra pessoa –

Por muito tempo eu tentei ser outra pessoa.

Ser outra pessoa, no entanto, só aumentou a pressão que eu sentia. Além disso, nunca fui capaz de ser ninguém além de mim. Aceitar isso e ser verdadeiramente feliz com quem eu sou foi a melhor mudança que fiz para me sentir feliz.

7 – Mentir nunca realmente me ajudou. Muitas vezes pensei que sim, mas quando comecei a ser realmente honesto foi quando vi como a vida realmente era muito mais fácil.

8 – Comer Fast Food – Embora eu ame doces e ocasionalmente coma Fast Food, faço muito menos do que antes. Eu quase eliminei junk food da minha vida e, em vez disso, comecei a comer mais frutas e vegetais.

Afinal, por que eu faria conscientemente algo que me faz sentir pior? Eu gosto de mim o suficiente para cuidar de mim!

9 – Jogar video-game – Eu costumava jogar boas 8 horas de videogame por dia, quando conseguia, ou geralmente mais. Principalmente porque não sabia o que fazer melhor com o meu tempo.

Ainda jogo, mas de uma forma muito mais controlada e normalmente apenas como algo para me relaxar quando tenho tempo, o que muitas vezes não tenho.

10 – Procrastinar – Demorei um pouco, mas acabei descobrindo que sempre há uma razão para fazer algo, assim como sempre há uma razão para não fazer algo.

Por muito tempo tentei encontrar desculpas para não fazer algo quando deveria ter procurado motivos para fazê-lo. Principalmente quando era algo que melhoraria minha vida.

11 – Agir por impulso – Eu parei de deixar o tempo passar por mim.

O tempo é o recurso mais importante que temos e se nós levá-la passivamente que vai perder muito tempo ao longo do caminho. Mas, se controlarmos, agendarmos e aproveitarmos ao máximo, também aproveitaremos ao máximo a vida.

12 – Escolhas erradas – Quando eu era jovem, fazia o melhor que podia. Realmente, eu fiz. Nem sempre tomei boas decisões, mas isso porque meu ponto de vista era limitado.

Julgar o meu passado por coisas que eu não conseguia controlar não serviu para nenhum propósito e apenas me fez sentir pior no geral.

13- Negar o que eu sinto – Sentimos o que sentimos e não há nada de errado nisso.

Não acolher os meus sentimentos era sempre muito cansativo, pois sempre acabava negando quem eu era. E assim como tentar esconder uma ferida aberta, acaba doendo mais, curar cada uma delas foi uma atitude que eu tomei e que deveria ter tomado muito antes.

E você? Quais mudanças já fez em sua vida que transformaram verdadeiramente a sua realidade? O que você parou de fazer ou ainda precisa parar?

*DA REDAÇÃO HP. Com informações Lukas. Foto de Emmanuel Akinte no Unsplash.


VOCÊ CONHECE O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO HOMEM NA PRÁTICA? O UNIVERSO MASCULINO EM UM SÓ LUGAR.

RECOMENDAMOS






Queremos falar de forma descontraída sobre o universo masculino sem qualquer estereótipo. Prazeres, Família, Trabalho, Finanças, Futuro e Gastronomia. Papo aberto, franco e direto!