Por Dr. Lisa Hoplock 

A questão: as pessoas têm a necessidade de se sentirem autônomas (ou seja, eles precisam se sentir que estão fazendo algo porque querem e não porque alguém os forçou). 1 quando as pessoas são dominantes, elas tentam assumir o controle da situação, o que pode fazer com que os outros se sintam menos autônomos. 2 o sentimento do controlado pode ser desanimador e gera mau estar. 3 e as pessoas que têm parceiros dominantes tendem a ser infelizes na relação (ou seja, têm uma menor satisfação no relacionamento). 4 em um artigo publicado na Revista Relacionamentos Pessoais e Sociais – Journal of Social and Personal Relationships, pesquisadores se propuseram a entender por que ter um parceiro dominante está vinculado a uma menor satisfação no relacionamento. (clique aqui para ler o artigo completo, em inglês).

Como eles fizeram isso: os pesquisadores pediram a 92 casais heterossexuais que viviam juntos, para completar questionários todos os dias durante 20 dias. Cada membro do casal respondeu a perguntas sobre as interações que tinham com seu parceiro romântico naquele dia. Perguntaram-lhes como eram dominantes na interação (item de exemplo: “Eu defini metas para o outro (s) ou para nós”), como elas se sentiram autônomas (ou seja, “em que medida seu comportamento refletiu suas próprias escolhas e valores versus pressões internas e externas”), e que emoções eles experimentaram (por exemplo, como eles estavam frustrados). No final dos 20 dias, cada membro do casal também relatou o quão feliz eles estavam no relacionamento.

O que eles descobriram: ter um parceiro que aja de forma mais dominante do que eles em um determinado dia, normalmente faz com que as pessoas se sintam mais chateadas naquele mesmo dia. Por quê? Porque faz com que eles se sintam menos autônomos do que o habitual. Além disso, quanto mais as pessoas relatavam se sentir chateadas por conta do parceiro dominador, menos felizes estavam no relacionamento. Os resultados foram os mesmo para ambos os sexos, independentemente se os parceiros dominantes fossem homens ou mulheres.

Conclusão: o domínio está vinculado à menor satisfação no relacionamento, uma vez que o domínio de um parceiro pode fazer com que o outro se sinta infeliz e menos autônomo. Tente compartilhar o poder em seu relacionamento. Talvez esta seja uma razão pela qual as pessoas em relacionamentos igualitários tendem a ser mais felizes em suas relações (e vida).

RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS




Homem na Prática
Queremos falar de forma descontraída sobre o universo masculino sem qualquer estereótipo. Prazeres, Família, Trabalho, Finanças, Futuro e Gastronomia. Papo aberto, franco e direto!