Amigos, hoje vamos falar sobre aplicativos de relacionamento. Com a proliferação de smartphones e iniciativas espertas de marketing desses aplicativos, a paquera virtual se tornou algo comum nos dias de hoje.

Se você é um cara solteiro há algum tempo, provavelmente já tentou a sorte em um desses aplicativos e teve algumas experiências não tão boas, chegando às seguintes conclusões:

  • As mulheres escolhem demais.
  • As mulheres furam na última hora.
  • As mulheres só se interessam por caras bonitos, altos e ricos.
  • As mulheres mentem sobre a idade, peso e tipo de corpo.

E, sim, há alguma verdade nisso.

  • Algumas mulheres são muito seletivas.
  • Algumas mulheres dão o cano mesmo e não vão aos encontros.
  • Algumas mulheres realmente só se interessam por caras bonitos, altos e ricos.
  • Algumas mulheres são inseguras quanto ao seu poder de atração (e você pode culpá-las? Afinal, a concorrência é muito grande!)

E se você chegou a essas conclusões e ainda está preso nesse ciclo de dar match e entrar em conversas improdutivas e sem pé nem cabeça, talvez você esteja abordando a paquera virtual de maneira errada. O que nós vamos fazer nesse artigo é dar algumas dicas do que fazer para conseguir resultados diferentes – e mais satisfatórios.

Todo o processo de conhecer alguém e marcar encontros pode ser cansativo e não há uma fórmula certeira para o sucesso. Você pode ser um cara super legal e gastar seu tempo, energia e dinheiro com alguém e não dar em nada. Da mesma forma, você pode agir como um babaca, e aí as chances são menores ainda.

O segredo para o sucesso nos aplicativos de relacionamento

Já dissemos que não há uma fórmula certeira para o sucesso, e isso pode ter lhe decepcionado um pouco. Bem, realmente não é uma ciência exata, mas há algumas coisas que você pode fazer para tentar melhorar sua taxa de sucesso. Você só precisa estar preparado para fazer as coisas de modo diferente da maioria e se destacar. Então vamos conferir as dicas?

A nossa realidade atual é que é muito fácil dar match em aplicativos e sair mandando mensagens aleatórias para os mais diversos tipos de mulheres. Não exige esforço nenhum e quando você perceber, estará mandando mensagens para dezenas de mulheres.

Diminua a quantidade e aumente a qualidade das conversas nos aplicativos de relacionamento

Pare para pensar: qual a qualidade dessas interações? Você realmente está se dedicando a conhecer essas mulheres e investindo em conversas de qualidade? Sejamos realistas, você é um cara ocupado e não tem tempo para conversas com dezenas de mulheres por dia.

Nossa sugestão? Experimente diminuir o número de mulheres que conversa. Assim, você poderá concentrar tempo suficiente em realmente conhecer quem lhe interessa, sem desperdiçar tempo com conversas superficiais com outras mulheres. Atirar para todos os lados é improdutivo e só impede que você direcione seu tempo e energia para a pessoa certa.

Se você está conversando com dezenas de mulheres, qual é a real importância que qualquer uma delas tem para você? Quanto você investiu nela? Por que você a trataria melhor quando há tantas outras disponíveis e é só mandar uma mensagem?

Seja sincero: nenhuma dessas mulheres tem alguma importância real e você está tratando todas como descartáveis. Não seria melhor mudar essa abordagem e buscar um relacionamento em que você realmente se importa com a pessoa?

E esse é o grande problema dos aplicativos de relacionamento. Embora ele possa aproximar as pessoas, a facilidade que é possível encerrar uma conversa e partir para outra faz com que a gente se sinta descartável. E aí todo mundo se decepciona. Que tal mudar isso?

Leve a abordagem da vida real para os aplicativos de relacionamento

Pense na maneira que você age quando conhece uma mulher de seu interesse na vida real. Um exemplo:  você está em uma festa pegando uma bebida e uma mulher está ao seu lado no bar. Vocês conversam um pouco e se dão bem. Um tempo depois, você pergunta se ela gostaria de continuar a conversa numa área mais calma, onde vocês consigam se ouvir melhor. Antes de ir embora, pede o número de telefone dela e no dia seguinte liga para ela para combinar alguma coisa para o final de semana.

Toda essa experiência faz você se sentir bem, não é mesmo? E garantimos que também é uma experiência positiva para ela. O que temos que fazer é transportar essa maneira de interagir offline para o mundo virtual!

O primeiro passo  é se diferenciar dos outros caras. Se você acha que tem muitas combinações nos aplicativos, tenha certeza que qualquer mulher tem muito mais – e o assédio é constante. Além disso, muitas vezes os homens não são legais em suas abordagens. Portanto, não aja como a maioria. Seja cortês e tente iniciar a conversa de forma original, talvez usando algo que ela tenha colocado no perfil como ponto de partida.

Quando vocês começarem a conversar, aja como se estivesse na festa que mencionamos. Uma boa ideia é investir tempo, mostrar que você não é igual a todos os outros caras que só mandam mensagens vazias dizendo que ela é linda e perguntando se ela quer sair, ou pior: caras que mandam nudes sem permissão. Sério, o que essas pessoas acham que irão conseguir agindo assim? Não precisa ser um gênio para perceber que essas abordagens estão fadadas ao fracasso.

Faça como antigamente

Tente agir como você agiria antigamente – antes dos aplicativos. Cultive uma amizade. Mesmo que não dê certo entre vocês romanticamente, o pior que pode acontecer é você sair dessa com uma nova amiga. E isso é sempre bom, certo?

Dedique tempo. Quando vocês já tiverem engatado uma conversa, peça o Whatsapp. É uma ótima maneira de manter contato ao longo do dia, enviar fotos (fotos de coisas interessantes, divertidas – acredite: ninguém quer ver seu “amigo” nessa etapa) e conversas de áudio.

Do aplicativo de conversa vocês também podem passar para o telefone, que cria uma ligação mais pessoal – pois vocês podem ouvir a voz um do outro e falar em tempo real, com reações mais verdadeiras e menos planejadas.

Finalmente, quando você estiver se sentindo próximo e mais ligado emocionalmente, sugira um primeiro encontro. E é aí que chegamos no ponto fundamental desse artigo:

Quem você acha que tem mais chance de sucesso em um primeiro encontro: um cara que só mandou três mensagens pelo aplicativo dizendo que a moça é bonita, ou você, que se preocupou em criar laços?

Exatamente. Você.

E aí, meu caro, você terá um primeiro encontro que mais parecerá um segundo encontro. Vocês já estarão mais ou menos familiarizados um com o outro, saberão o que conversar e as chances de um ficar olhando para a cara do outro com aquele silêncio pairando no ar são beeeem menores.

Conclusão

Os aplicativos de relacionamento vieram para revolucionar de vez a maneira como conhecemos pessoas e nos relacionamos. No entanto, essas mudanças nem sempre são boas: é muito comum que a gente se sinta descartável.

Como vimos, para mudar esse sentimento horrível, é necessário que você mude sua própria abordagem nesses aplicativos. Conecte-se com as pessoas em um nível mais profundo e utilize formas de agir dos tempos analógicos para conseguir resultados melhores.

Afinal, o ser humano pode ter toda essa tecnologia, mas ainda respondemos bem a estímulos antigos como atenção, carinho e respeito. Não esqueça disso e melhore sua taxa de sucesso nos aplicativos de relacionamento!

 

Você gostou das nossas dicas? Está disposto a tentar o método antiguinho de conexão com as pessoas? Conte para a gente nos comentários!

RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS




Homem na Prática
Queremos falar de forma descontraída sobre o universo masculino sem qualquer estereótipo. Prazeres, Família, Trabalho, Finanças, Futuro e Gastronomia. Papo aberto, franco e direto!