As barbearias voltaram a estar em voga. Tornaram-se espaços modernos e com uma atmosfera desenhada para agradar ao sexo masculino. São uma espécie de “man cave”.

Ir a um barbeiro significa que beneficia de profissionais experientes nos cuidados para os homens e que não encontra nos salões unisexo. Rituais como a aplicação de toalhas quentes entre outros cuidados.

Hoje em dia, muitas barbearias trabalham por marcação, o que facilita quando tem muitos clientes, menos tempo de espera, havendo mais comodidade para o cliente e com possibilidade de manter o mesmo barbeiro que conhece o seu estilo de cabelo, barba e características do pêlo.

como escolher o barbeiro certo1 1024x683 - Como escolher o barbeiro certo

Desta forma, deixo aqui 5 dicas para saber escolher um barbeiro e uma barbearia:

1. Pesquise Online

É fácil perceber o estilo da barbearia pelo seu website porque funciona como uma extensão da própria marca. Pesquise também no Google as barbearias disponíveis na sua zona, como por exemplo Barbearia Saudade. Confira também as reviews e comentários no Google ou em fóruns.

Muitos barbeiros também têm contas pessoais de Instagram ou Facebook, procure usando hashtags, por ex.: #barbearia #coimbra

2. Peça recomendações

Pergunte a colegas de trabalho ou amigos onde costumam ir e se recomendam. Sobretudo àqueles que têm sempre uma barba impecável ou um corte de cabelo que lhe agrada. Esteja atento!

3. Tenha um olhar crítico

O barbeiro tem a barba aparada, bem cuidada e com um corte que lhe agrada? É um bom sinal, significa que tem atenção ao detalhe. O mesmo acontece com a limpeza e o cuidado com a roupa.

Um bom barbeiro sabe que a imagem pessoal é importante para ganhar a confiança dos seus clientes e ajudarem os homens a conquistarem e definirem a sua própria imagem.

4. Confirme se o estabelecimento está limpo e organizado

Olhe à sua volta, como se encontra o espaço? Um dos critérios obrigatórios é a higiene e limpeza da loja e dos materiais, já que nestes espaços são utilizados objetos cortantes, utilizados em vários clientes. A correta desinfeção evita a transmissão de doenças. A organização do espaço é um ponto extra. Um barbeiro desorganizado, que deixa os seus utensílios espalhados e fora do seu alcance ou não varre e limpa o seu espaço de trabalho, mostra desleixo. E o desleixo é contagioso.

5. Fale com o barbeiro

Os primeiros minutos depois de se sentar na cadeira podem ser a diferença entre ter encontrado o barbeiro para a vida, ou uma pessoa que não quer voltar a ver.

Primeiro, repare se está interessado nas suas perguntas, se tenta perceber o que quer, se até lhe mostra alguns exemplos. Significa que o seu objetivo é agradar e deixar o cliente satisfeito. Outro pormenor interessante que deve estar atento é perceber se o barbeiro pede feedback durante o corte. Importa-se com o que está a achar e ainda vai a tempo que alterar algum pormenor. Melhor do que finalizar e já não haver volta a dar.

Autoria: Barbearia Saudade

RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS




Homem na Prática
Queremos falar de forma descontraída sobre o universo masculino sem qualquer estereótipo. Prazeres, Família, Trabalho, Finanças, Futuro e Gastronomia. Papo aberto, franco e direto!