Em um país como nosso, em um momento de extrema insegurança, é fato que existem muitas famílias passando necessidades básicas, falando com todas as palavras, elas estão passando fome.

“Muita gente vendia o almoço pra comprar a janta”, disse um feirante. E ele está certo.

Não existem muitas pessoas no mundo que podem se gabar da estabilidade financeira, e o fato de termos que nos isolar uns dos outros, e fechar todos os comércios, foi a gota que faltava para inundar a vida dessas pessoas de uma fome dolorosa.

O que se vê agora é a necessidade urgente de uma assistência social voltada para cuidar dessas famílias que não podem mais conseguir seu sustento, ou que perderam o emprego por conta da crise econômica.

A ajuda do governo, infelizmente não suprirá as necessidades de uma família, e temos que concordar com isso, não existem mais nenhuma justificativa para negarmos o fato de que essas pessoas estão sendo deixadas a “Deus dará”, como diria minha avó.

Não podemos olhar para tudo isso como se fosse normal, não é normal!

Não podemos normalizar uma situação tão dolorosa, não podemos dormir sossegados enquanto tem tanta gente passando fome!

Agora temos que pensar em uma forma de nos unir para que o pior não aconteça todos os dias, por mais que achemos que pior não pode ficar, tenha em mente que sim, tudo o que está ruim pode piorar, e essa segunda onda é um sinal claro dessa verdade.

Vamos ajudar uns aos outros como pudermos, esse é um momento de união, desde um pacote de feijão, uma bolacha, um iogurte, até uma cesta básica, um kg de carne, sabemos que está tudo muito caro, mas às vezes, um vizinho, um parente, ou um amigo, estão precisando exatamente desse cuidado.

Se você está empregado, se você tem dinheiro sobrando, ou se te sobra apenas um pouco, doe! não é a hora de deixarmos comida estragando na geladeira, e nem de ficarmos acumulando coisas, a hora é de se colocar no mundo com um olhar solidário.

Os grandes empresários que estão de posse das maiores fortunas do mundo precisam se mobilizar nesse momento tão crítico.

Essa é uma questão de humanidade.

Bora ajudar uns aos outros!

*texto de Iara Fonseca


VOCÊ CONHECE O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO HOMEM NA PRÁTICA?

O UNIVERSO MASCULINO EM UM SÓ LUGAR.

RECOMENDAMOS






Queremos falar de forma descontraída sobre o universo masculino sem qualquer estereótipo. Prazeres, Família, Trabalho, Finanças, Futuro e Gastronomia. Papo aberto, franco e direto!