Ele fundou a Specialisterne para criar 1 milhão de empregos para pessoas com autismo.

A Specialisterne quer garantir que todos os autistas e outras pessoas neurodiversas tenham uma carreira significativa e possam mostrar ao mundo o seu talento.

Inclusão por meio da neurodiversidade

A Specialisterne é uma empresa social sem fins lucrativos que faz parceria com outras empresas, universidades, escolas de ensino médio e agências comunitárias. Seu objetivo é ajudar as empresas a empregar talentos neurodiversos que estão prontos para o mercado de trabalho.

Eles criam mudanças examinando as práticas tradicionais de recrutamento, treinamento e integração. A Specialisterne opera em 12 países e até agora criou mais de 10.000 empregos para pessoas com diferentes habilidades.

A força de trabalho inclusiva é uma força de trabalho melhor.

Para o fundador, uma força de trabalho que se baseia nos talentos de toda a sociedade é melhor para todos, e um lugar onde os autistas prosperam será um lugar melhor para trabalhar para todos.

A história do fundador

O filho do fundador da Specialisterne, Thorkil Sonne, recebeu o diagnóstico de “autismo infantil, inteligência normal” aos 3 anos de idade. Isso motivou Thorkil a ingressar em um capítulo local da Autismo na Dinamarca. Logo, ele se tornaria o presidente desta organização local.

Thornkil percebeu que pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) raramente têm a chance de usar suas habilidades especiais no mercado de trabalho.

Depois de 15 anos trabalhando com TI em empresas de telecomunicações, Sonne sabia o valor das habilidades que via nas pessoas com TEA. Com o apoio de sua família, Thorkil conseguiu iniciar a Fundação Specialisterne.

As pessoas com autismo geralmente possuem habilidades muito valiosas para o mercado de trabalho, mas não são contratadas por puro preconceito e ignorância.

Eles possuem uma memória notável ou um olhar particular para os detalhes.

Pessoas com autismo costumam ter uma maneira estruturada de trabalhar, podem pensar fora da caixa e têm paixão pelos detalhes. Muitas vezes, são capazes de realizar tarefas repetitivas com entusiasmo incessante.

A Specialisterne os define o pessoas com autismo como “pessoas especializadas” – especialistas com um potencial de negócios que pode ser realizado por meio de compreensão e gerenciamento especiais.

Fonte: SpecialisterneFoundation

Neurodiversidade como vantagem competitiva

A missão da Specialisterne é coletar e compartilhar conhecimentos que ajudem as pessoas com autismo a prosperar e se destacar no mercado de trabalho:

Apoiar o desenvolvimento e a implantação internacional da Specialisterne – licenciados locais que baseiam seu modelo de negócios no conceito de avaliação, treinamento e contratação de pessoas com autismo.

Apoiar as partes interessadas no mercado de trabalho na integração de pessoas com autismo no mercado de trabalho.

Criar respeito e conscientização sobre as habilidades e direitos das pessoas com autismo com base na Convenção da ONU, nos Direitos das Pessoas com Deficiência e nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Ensinar os empregadores a ver a neurodiversidade como uma vantagem competitiva por meio de:

– Liderança em sua indústria;

– Ganhos de produtividade;

– Melhoria da qualidade;

– Acesso a um banco de talentos inexplorado;

– Melhores práticas de gestão;

– Melhoria da reputação;

– Capacidades inovadoras aumentadas;

– Grandes aumentos no engajamento dos funcionários;

A Specialisterne pode ser encontrada atualmente nos seguintes locais ao redor do mundo: Dinamarca, EUA, Irlanda, Irlanda do Norte, Espanha, Brasil, Canadá, Noruega, Islândia, Áustria, Austrália, Cingapura, Itália.

Um lindo trabalho que leva esperança de dignidade para a comunidade de pessoas com autismo. Parabéns pela linda ação!

*DA REDAÇÃO HP. Fonte: Kristian Soderup.

VOCÊ CONHECE O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO HOMEM NA PRÁTICA?

O UNIVERSO MASCULINO EM UM SÓ LUGAR.

RECOMENDAMOS






Queremos falar de forma descontraída sobre o universo masculino sem qualquer estereótipo. Prazeres, Família, Trabalho, Finanças, Futuro e Gastronomia. Papo aberto, franco e direto!