Micah, de 19 anos e Caleb, de 18, são dois primos australianos que se recusaram a ficar de braços cruzados ao assistirem à destruição da sua ilha com os intensos fogos que teimam em não parar e por isso, decidiram ajudar a resgatar o máximo de coalas que conseguissem, resgatando-os para o seu próprio carro.

jovens salvam coalas ao coloca los no carro1 - Jovens australianos salvam coalas ao colocá-los no carro

Segundo estes, o plano é cuidarem dos animais até que estejam saudáveis e seja seguro devolvê-los à natureza. Segundo Micah e Caleb, cerca de 60% de todos os coalas que eles encontraram tinham, infelizmente, queimado até a morte.

jovens salvam coalas ao coloca los no carro2 - Jovens australianos salvam coalas ao colocá-los no carro

“Este é o nosso pequeno resgate de coalas. Apenas tentando resgatar o máximo de sobreviventes que pudermos”, pode ouvir-se um dos primos num video que estes gravaram e partilharam nas suas redes sociais, onde mostram o interior do carro cheio de coalas visivelmente assustados com o que se passa.

jovens salvam coalas ao coloca los no carro3 - Jovens australianos salvam coalas ao colocá-los no carro

Ben Jameson, residente na Costa Dourada, perto de Brisbane, disse ao Bored Panda que os seus amigos e familiares estão a “unir-se, doando dinheiro sempre que possível, ajudando uns aos outros, indo às comunidades para ajudar na limpeza. Tipo, apenas pessoas comuns. Não são serviços de emergência ou força de defesa. Apenas pessoas normais.”

“Uma universidade em Sydney estima que cerca de 500 milhões de animais foram mortos pelos incêndios desde setembro. Meio bilhão. Muitos de nossos animais, wombats, coalas, crocodilos, ornitorrinco etc. são espécies ameaçadas ou em perigo de extinção. Acho que as pessoas não entendem a escala desse número. Não tenho certeza se o ecossistema e a biosfera do nosso país se recuperarão disso, realmente não”, continuou Ben.

Enquanto isso, Sam Mitchell, co-proprietário do Parque da Vida Selvagem da Ilha Kangaroo, disse ao Guardian que as pessoas estavam a entregar-lhes animais feridos, incluindo cerca de 50 coalas.

“Pelo menos um terço do que foi trazido, tivemos que sacrificar, infelizmente”, Mitchell deu a triste notícia. “Muitos deles trazem muitas queimaduras nas mãos e nos pés – as unhas derreteram. Para alguns, as queimaduras são muito extremas.”

Vê aqui o vídeo do fantástico resgate destes dois jovens, que no meio de tanta destruição, conseguiram dar alguma esperança a estes animais indefesos:

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Homem na Prática
Queremos falar de forma descontraída sobre o universo masculino sem qualquer estereótipo. Prazeres, Família, Trabalho, Finanças, Futuro e Gastronomia. Papo aberto, franco e direto!