O relacionamento que você tem com seus familiares deve ser forte a ponto de ser inquebrável. No entanto, em algumas situações, você pode e deve escolher se distanciar de parentes tóxicos.

A nossa família é uma das coisas mais importantes da vida. Nossos parentes devem nos compreender, nos encorajar, dar conselhos, guiar nossa fé, apoiar nossos valores e muito mais. A família deve ser um porto seguro e uma referência tanto nos momentos bons, como nos momentos ruins.

Você leu essa descrição de parentes bonzinhos acima e lembrou de um parente desagradável que não é nada disso? Pois bem, ele pode ser um parente tóxico e neste artigo nós vamos falar um pouco mais sobre o assunto, como identificar uma pessoa assim e como se afastar. Vamos lá?

7 sinais de que é hora de se distanciar de um parente tóxico

O parente tóxico é negativo e te coloca para baixo

Se um parente é negativo e te coloca para baixo, é um sinal de que você está lidando com uma pessoa tóxica. É importante entender que é normal uma pessoa reclamar para a outra em um relacionamento familiar saudável.

No entanto, se você passa muito tempo com alguém que só se foca no lado negativo das coisas, isso pode te afetar e muito – principalmente se eles fazem você se sentir mal pela sua personalidade, aparência e valores, por exemplo.

Esse tipo de parente também costuma fazer com que você se senta mal por tentar ver o lado bom da vida e isso é inadmissível. Ninguém tem o direito de fazer você se sentir mal por ser positivo. Nesses casos, o melhor a fazer é se distanciar da pessoa. Você não vai conseguir mudar a maneira que ela encara a vida e somente irá se prejudicar. Portanto, afaste-se.

O parente tóxico se acha o dono da verdade

Há uma grande diferença entre se achar o dono da verdade e apenas ser um parente preocupado que às vezes passa um sermão.

Por exemplo, se a pessoa está preocupada porque você está namorando com alguém que não lhe respeita, ou porque está bebendo demais, é sinal que ela se importa com você e quer lhe ver feliz e saudável. Isso significa que ela pode dizer algumas coisas duras e que podem ser desconfortáveis de ouvir.

No entanto, tudo depende do modo que a coisa é dita e você tem que avaliar se o comentário que seu parente fez é para o seu bem estar. Frases como “seu salário é muito baixo perto do meu” ou “não acredito que você vai sair assim” são sinais de alerta e você deveria reavaliar seu relacionamento.

Preste atenção em como você se sente quando está com a pessoa. Você se sente emocionalmente cansado e estressado? Talvez seja hora de se distanciar. Lembre-se que você merece ser tratado com respeito e não deve permitir que ninguém lhe trate de nenhuma outra maneira.

O parente tóxico nunca admite o erro

É muito frustrante e cansativo estar cercado de pessoas que nunca admitem que algo deu errado por sua culpa, que simplesmente admitam que erraram.

Fique esperto com pessoas que não têm consciência que as coisas erradas em suas vidas são resultado de suas ações.

Essas pessoas acreditam que tudo é culpa dos outros, o mundo está atrás delas para o mal e sempre se fazem de vítimas, sem assumir responsabilidade pelos seus erros.

O parente tóxico é muito dramático

Os parentes dramáticos sempre têm algum tipo de emergência para resolver e todas as atividades do dia a dia são realizadas dramaticamente. Isso é um comportamento tóxico. Qualquer situação um pouco mais incomum é motivo para criar um grande circo, para que eles possam ser o centro das atenções.

Tudo é muito difícil e exige um grande esforço e sacrifício porque eles são dramáticos. E é aí que você tem que ficar esperto, porque essas pessoas podem acabar lhe contagiando. Não deixe isso acontecer!

O parente tóxico cada hora te trata de um jeito

Você tem um parente que cada hora lhe trata de um jeito? Em um dia eles são carinhosos e compreensivos e no outro lhe insultam ou agridem? É uma maneira muito perigosa de manipulação que funciona com base em estímulos negativos e positivos.

Primeiro, eles agridem, xingam, fazem você se sentir mal e inadequado. Depois, eles arranjam um jeito de lhe encantar, oferecendo apoio e elogiando. Você identificou esse comportamento em alguém? Fique alerta.

O parente tóxico é egoísta

Quando esse tipo de parente está na pior ou precisa de ajuda, lhe procura. É impressionante, porque quando você precisa de ajuda, essas pessoas são as primeiras a sumir.

Basta conseguirem o que querem e se distanciam, fisicamente e emocionalmente. Se você está triste e precisa desabafar, estão ocupados. Evite esse tipo de gente em sua vida, porque elas agem de acordo com os seus interesses e não param para pensar que outras pessoas também têm carências e necessidades.

O parente tóxico não respeita seus limites

Se você está sempre falando para seu parente parar de se comportar de determinada maneira e ele simplesmente lhe ignora, é possível que seja uma pessoa tóxica que além de tudo não respeita limites.

Você não precisa disso em sua vida. Ser constantemente desrespeitado e ficar engolindo sapos não é saudável. Estabeleça limites e, se seu parente violar esses limites, não hesite em cortá-lo do seu círculo.

Tenho um parente tóxico. E agora?

Se você identificou alguns parentes que se encaixam nesses tipos, é hora de refletir. Ter essas pessoas em sua vida realmente lhe acrescenta algo? Uma boa maneira de descobrir é fazer uma lista das coisas boas e ruins que essa pessoa lhe traz. Lógico, não é uma ciência exata e é muito importante que você considere sua história com o parente.

Vocês já passaram por muita coisa juntos? Ele mudou ao longo dos anos e agora não é uma pessoa tão agradável para você? Bem, talvez valha ter mais paciência. Avalie. O segredo está em pesar as coisas boas e ruins e poder ter base para fazer a decisão. Boa sorte!

 

E aí? Você tem algum parente tóxico? Conte para a gente nos comentários!

RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS




Homem na Prática
Queremos falar de forma descontraída sobre o universo masculino sem qualquer estereótipo. Prazeres, Família, Trabalho, Finanças, Futuro e Gastronomia. Papo aberto, franco e direto!