Paul McCartney cultiva cânhamo as escondidas para que os jovens não o roubem.

O músico britânico cumpre a lei de plantio de cânhamo, mas tem que esconder as plantas para que os jovens locais não as levem embora.

O ex-Beattle Paul McCartney se interessa em produtos orgânicos de cânhamo há anos. Por ter sua própria fazenda, ele mesmo ousa cultivá-la.

Desde que adquiriu sua fazenda em Peasmarsh, Inglaterra, ele se propôs a estabelecer um modelo de agricultura sustentável sem pesticidas ou fertilizantes químicos, apesar do fato de que a princípio foi contra e rejeitado pelos agricultores locais, que estavam convencidos de que seus campos estavam mortos há anos.

“Eu me tornei orgânico há mais de 20 anos. Quando comprei a fazenda, havia alguns campos onde meus meninos diziam: ‘Não há minhocas nesses campos. Não há vida.’ E eu me lembro que disse a eles: ‘É porque você sempre usou pesticidas e fertilizantes.”

E eu pensei:“ Ok, isso é um desafio, vamos nos tornar orgânicos”.

“O mais curioso com os regulamentos do governo é que você tem que mantê-lo em um lugar onde as pessoas não possam ver porque os jovens vêm e roubam”, explicou.

Agora, em um comunicado sobre o podcast River Cafe Table 4 coletado pelo Daily Mirror, o músico de 79 anos afirmou que entre as plantas que crescem em sua propriedade estão várias plantações de cânhamo, cujo cultivo é legal no Reino Unido se licenciado.

Tecnicamente, o cânhamo vem da mesma planta que a cannabis, mas tem uma concentração menor do químico THC, o principal composto psicoativo da planta.

E também é usado para fazer produtos como tecidos, cosméticos, cordas, tintas de impressão, preservativos de madeira, detergentes, sabonetes e óleo de iluminação.

Este é um dos últimos experimentos de McCartney, que também está lhe dando uma estranha dor de cabeça. O britânico, que segue rigorosamente a lei, cultiva cânhamo junto com outras safras de centeio, ervilha e trigo.

McCartney tem que esconder as plantas de cannabis para que os adolescentes locais não as roubem.

No passado, a estrela dos Beatles frequentemente fumava maconha depois que o próprio Bob Dylan lhe deu uma chance com a droga pela primeira vez, mas ele parou há alguns anos porque queria ser um bom exemplo para seus filhos e netos.

Paul também faz sua própria cerveja orgânica na fazenda. Por ser uma produção muito baixa, ele a envia para seus amigos famosos, incluindo o guitarrista dos Rolling Stones Keith Richards.

No podcast, ele detalhou:

“Nós fazemos nossa própria cerveja. Eu cultivo lúpulo porque a região em que estamos em Sussex era uma área de cultivo de lúpulo muito grande.” Então ele foi a uma cervejaria local em uma cidade próxima e disse: “Você vai fazer cerveja para mim? Vou cultivar o lúpulo e você vai colocar tudo junto, tudo orgânico.”

E assim nasceu sua cerveja Old Stinkhorn, que leva o nome de um cogumelo de formato fálico que aparece em sua fazenda no período em que os botões são colhidos para a fabricação de cerveja.

O músico também cultiva lúpulo e fabrica cerveja artesanal em pequena escala.

McCartney está promovendo seu novo livro infantil, Grandude’s Green Submarine , que será lançado esta semana. Esta segunda postagem continua as aventuras de Grandude e seus netos em uma busca para encontrar sua avó amante de música, Nandude.

Paul, que tem oito netos, disse: “Adoro aquele ‘Ei vovó!’ tornou-se um livro lido pelos netos na hora de dormir em todo o mundo. Eu sempre disse que se as pessoas gostassem do primeiro livro e tivessem apetite por mais, eu escreveria mais aventuras para Grandude, então ele está de volta e desta vez com sua invenção especial, O submarino verde de Grandude!”.

*DA REDAÇÃO HP. Com informações LV


VOCÊ CONHECE O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO HOMEM NA PRÁTICA? O UNIVERSO MASCULINO EM UM SÓ LUGAR.

RECOMENDAMOS






Queremos falar de forma descontraída sobre o universo masculino sem qualquer estereótipo. Prazeres, Família, Trabalho, Finanças, Futuro e Gastronomia. Papo aberto, franco e direto!