Pode parecer fora de moda falar sobre casais em que as mulheres são mais velhas do que os homens, afinal, todos conhecemos casais com essa configuração, ou somos nós mesmos os protagonistas de uma historia assim.

Uma pesquisa feita nos EUA, em 2011, constatou que 34% das mulheres solteiras com mais 40 anos gostam de sair com homens mais jovens. Isso acontece, segundo os pesquisadores, porque a mulher moderna é mais independente e quer um parceiro que lhe proporcione uma “aventura amorosa”, não sustento, proteção, ou estabilidade.

Para citar alguns casais famosos que não estão nem aí pra questão da idade, podemos começar de cara pela realeza britânica: Meghan Markle é três anos mais velha que o Príncipe Harry. No campo do pop e dos esportes, temos a cantora Shakira, que é dez anos mais velha que seu marido, o jogador do Barcelona, Piquè. Dos campos para as telonas, temos Jason Momoa, o Aquaman, que é 12 anos mais novo que sua esposa, Lisa Bonet. No mundo da política, o mais jovem presidente da França, Emmanuel Macron, está casado há 12 anos com Brigitte, que é 24 anos mais velha do que ele.

Mesmo com representantes em todas as esferas, relacionamentos assim ainda são vistos com certo preconceito. Para a psiquiatra e psicoterapeuta Lucia Maciel, da USP, do ponto de vista biológico, faz muito sentido que mulheres mais velhas se relacionem com homens mais jovens, uma vez que a expectativa de vida delas é maior do que a deles.

Há uma tendência há crer que o homem só estaria com a mulher mais velha por conta de sua melhor condição financeira ou status social, quando ela é influente. Puro preconceito. Assim como argumentar que as mulheres seriam mais maduras do que os homens e que isso desencadearia muitos conflitos.

Segundo Lúcia, após os 25 anos de idade, as diferenças não existem. O que existe, de fato, são diferenças em termos de desenvolvimento intelectual e emocional na infância e adolescência, uma vez que as mulheres, realmente se desenvolvem mais rapidamente que os garotos. Na idade adulta, porém, Lúcia garante que essas diferenças inexistem.

Estudos sobre qualidade de vida afirmam que após os 70 anos, as mulheres vivem melhor que os homens. Enquanto após a menopausa, elas tendem a manter a saúde em dia e uma vida sexual ativa e prazerosa, os homens mais velhos, passam a apresentar mais frequentemente problemas de saúde e dificuldades sexuais, mesmo com os recursos da medicina. O único fator complicador seria a questão de filhos, caso o homem tenha o desejo de ser pai.

Ter uma parceira mais velha também tem outras vantagens. Confira:

Praticidade acima de tudo

As mulheres mais experientes não ligam tanto para as convenções. Obsessão por estar na da moda, perder horas se arrumando, fazer tipo quando tudo o que querem é curtir a vida… Elas se negam a agir assim. A idade as torna mais práticas, deixando o dia a dia do namoro muito mais leve e sem frescuras.

Conhecimento e sabedoria

Este tipo de relacionamento é uma grande oportunidade para trocar experiências. Por causa da experiência de vida, ela poderá oferecer ótimos conselhos sobre questões profissionais e pessoais. Então, aproveite!

Menos DRs, mais ação

Elas adoram conversar, argumentar, discutir, elaborar, retomar, refletir. As mais velhas, porém, por terem um repertório maior, mais vivências, por serem mais seguras e confiantes, tendem a ser mais objetivas. Agem mais do que discutem o relacionamento. Elas são da linha “se está bom ótimo; senão, vamos trabalhar pra isso e se não rolar, tchau e benção”. Elas se recusam a perder tempo com o que não vale a pena e por isso as Drs são mais raras.

Zero interesseiras

Elas geralmente já possuem estabilidade financeira e boa posição profissional. Assim, a estabilidade econômica dos parceiros não é exatamente o foco das preocupações dela, até porque a dela deve ser melhor do que a deles.

Independência emocional

Elas não estão em busca de um homem para ser o centro do universo delas. As mais vividas geralmente têm seus círculos sociais bem fortalecidos, amigos de confiança, hobbies e uma rotina estabelecida. Muitas vezes têm filhos de relacionamentos anteriores, o que significa que têm uma vida muito mais diversificada, que não depende emocionalmente da presença do homem. Na prática, isso significa menos pressão, menos cobrança e mais afeto espontâneo e desinteressado.

Sexualidade refinada

Os anos trazem desenvoltura, autoconhecimento do que as dá mais prazer, o que desagrada. Elas são menos tímidas e mais ousadas, menos inseguras de si e mais abertas ao novo. Tendem a expressar mais o que sentem e ser mais livres na cama.

Uma mulher mais velha, justamente por todas suas características, tende a ser mais seletiva, e pode agregar muito mais à sua vida, se você não se render ao preconceito e assumir de vez a relação. Resta saber se você vai preencher aos requisitos dela e estar à altura para usufruir dos benefícios!

Você já se relacionou ou está com uma mulher mais velha? Conte pra nós sua experiência!

 

 

 

RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS




Homem na Prática
Queremos falar de forma descontraída sobre o universo masculino sem qualquer estereótipo. Prazeres, Família, Trabalho, Finanças, Futuro e Gastronomia. Papo aberto, franco e direto!