Há uma frase de Jean Cocteau, um célebre escritor francês, que diz: “sem saber que era impossível, foi lá e fez”!

Sonhar e concretizar é mais ou menos assim. É se jogar no incerto, ir contra todas as previsões, recusar-se a desistir, apesar das adversidades; é focar no sucesso, traçar a caminhada, preparar-se e não perder a esperança de que a coisa vai acontecer.

Todo mundo tem um sonho, secreto ou assumido, que deixa meio em banho Maria, enquanto toca a vida como pode. Tem aqueles que levam os sonhos como hobbies, outros projetam planos de realização para o futuro e muitos se conformam em nunca realiza-los.

Ser cantor, ator, pintor, youtuber, nômade digital, chacrete, médico, empresário… São infinitas as possibilidades a serem sonhadas. A diferença entre aqueles que os realizam e os que não pode ser dividida em dois casos:

  1. Os que realmente não poderão realizá-los por circunstâncias além de seu controle.
  2. Os que não acreditam que podem realizá-los e por isso, para evitar frustrações, nem tentam.

No primeiro caso, estaria uma mulher que quer engravidar, mas tem alguma limitação física que a impede. Ela poderia adaptar, remanejar o sonho, focando na maternidade, em vez de na gestação. Assim, por exemplo, adotar seria uma maneira dela se sentir realizada. Ampliando o sonho, dando uma forcinha pras circunstâncias, é possível concretizar os desejos. Um cadeirante que sonha em ser maratonista poderia adotar a mesma iniciativa e focar em ser um atleta paraolímpico em outra modalidade, como o remo, por exemplo. Ao focar no esporte, em vez do esporte que não teria condições de praticar, ele poderia também encontrar realização pessoal.

No segundo caso, estão as pessoas que têm um padrão de auto sabotagem, articulando suas ações para a não realização de seus objetivos. É característico daqueles que não se acham merecedores do sucesso, geralmente pessoas com problemas de autoestima, que carregam culpas e se punem, mesmo que de forma inconsciente, limitando seu próprio poder de realização. Trabalhar estas questões, por meio de reflexão, terapias, meditação, etc, pode modificar este padrão e fazer com que a realização dos sonhos fique ao alcance!

Procure ver com qual cenário você se identifica, trabalhe pra mudar essa realidade e concretizar seus sonhos. Um pouco de sorte, certamente, também ajuda, mas quem vai atrás da sua verdade, do seu sonho, do seu chamado, acaba atraindo a sorte!

Conheça algumas personalidades que acreditaram no próprio sonho e conseguiram superar as adversidades para realizá-los!

Gerard Butler

Astro de filmes como “300” e “P.S. Eu te amo”, o ator escocês se formou em Direito e chegou a trabalhar como trainee num escritório de advocacia em Edimburgo, na Escócia. No entanto, por problemas com o abuso de álcool foi demitido. Aos 25 anos, ele decidiu ir para Londres para perseguir seu sonho de conquistar a fama.

Andrea Bocelli

Formado em Direito pela Universidade de Pisa, o tenor italiano trabalhou como advogado até os 34 anos de idade, e até atuou como defensor público. Por algum tempo, Bocelli conciliou as duas paixões: para ganhar dinheiro enquanto estudante, ele se apresentava ao piano em casas noturnas e bares. Hoje é uma das vozes mais admiradas do mundo.

Madonna

Antes de ingressar na indústria da música, Madonna teve diversos empregos. Aos 19 anos, ela foi para Nova York tentar a vida como cantora, mas como tinha pouco dinheiro, fez trabalhos fotográficos para se manter, alguns dos quais de nudez artística. Outro trabalho foi como atendente da rede Dunkin’ Donuts na Times Square. Madonna foi despedida quando sem querer espirrou a geleia de um donut em um cliente. Mesmo com estas dificuldades, a diva não desistiu até se tornar a Rainha do Pop.

Walt Disney

O criador de Mickey Mouse chegou a ser motorista de ambulância durante a 1ª Guerra Mundial, em 1918. Posteriormente, trabalhou como editor em um jornal, mas pasmem, foi demitido por “não ter imaginação”. A vontade de realizar seu sonho e trabalhar com desenhos animados era tão visceral, que ele nem se abalou com a crítica e tratou de ir atrás. Nem é preciso dizer que o sonho sempre foi o combustível do trabalho de Disney!

Boa sorte com seus sonhos!

RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS




Homem na Prática
Queremos falar de forma descontraída sobre o universo masculino sem qualquer estereótipo. Prazeres, Família, Trabalho, Finanças, Futuro e Gastronomia. Papo aberto, franco e direto!